Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não li o briefing

Como ser criativo na publicidade e não ser apanhado.

Não li o briefing

Como ser criativo na publicidade e não ser apanhado.

A nova campanha Beirão

Julho 27, 2015

Manuel Soares de Oliveira

 

 

 

 

 

 

Há produtos que todos os criativos gostariam de trabalhar. O Licor Beirão é um destes. Está no ar a nova campanha do Licor Beirão com criatividade da minha agência, a Mosca Publicidade. Uma campanha fresca e momorável. Um jingle que fica no ouvido e alguma irreverência. Uma campanha À Patrão.

E uma nova campanha do Licor Beirão é sempre um acontecimento. São campanhas que têm que ser diferenciadoras e inesperadas. E o Licor Beirão tem conseguido surpreender sempre que lança uma nova campanha.

À partida um produto que se fosse trabalhado por outro marketeers teria outro posicionamento. Seria comunicado como um licor de qualidade,  e que o é. Seria comunicado como um digestivo para depois de uma boa refeição, seria uma publicidade ao nivel dos bombons Ferrero Roché e do "Ambrósio, apetecia-me algo". 

Para nossa sorte, à frente do Licor Beirão estão marketeers com uma rara qualidade em Portugal: Visão.

Se analisarmos bem a questão, havia inúmeros concorrentes ao Licor Beirão (Constantino, Sandeman etc...) que ficaram pelo caminho e que desapareceram do radar do consumidor. São produtos que se limitaram a repetir a cartilha do bom comunicador: Pessoas com aspecto sofisticado a beberem esses produtos e temos um anúncio. São anúncios que ninguém critica e que ninguém se lembra. São anúncios que passam despercebidos. Ainda hoje em dia são inúmeros os anuncios sem um rasgo de criatividade que infestam o nosso cotidiano. São anúncios feitos por marketeers com medo. Porque um anúncio que não provoca um frio na barriga do anunciante quando o estamos a apresentar, não é um anúncio que valha a pena. Beirão À Patrão

 

As cervejas são para a terceira idade ?

Julho 27, 2015

Manuel Soares de Oliveira

 

 

59976485.jpg

  

A boa comunicação deve-nos meter medo pois este é um sinal que estamos a ir por caminhos por desbravar. A boa comunicação deve provocar críticas e elogios em igual medida. Uma comunicação que não tenha os seus críticos é porque não mexeu com ninguém.

Isto é algo que tem faltado nas campanhas actuais de bebidas alcoolicas. As actuais campanhas de bebidas alcoolicas são todas moralistas e paternalistas: Desligem os telemoveis, procurem os amigos e outras mensagens igualmente velhosas pululam a comunicação de bebidas alcoolicas. As marcas, principalmente de cervejas, estão iguais aos nossos pais nos seus conselhos: Não usem os telemoveis à mesa, não deixem de estar com os amigos etc...

A minha geração teria cuspido na cara de uma marca de cervejas que tentasse ser paternalista conosco. Onde é que está a irreverência e a rebeldia ? Quem são essas marcas de cervejas para me virem dar lições de moral ? Depois das cervejas se posicionarem como caretas e quadradas, qual será o caminho a seguir ?

Jovens, mandem essas marcas moralistas e caretas dar uma volta. A última coisa que vocês precisam é uma marca que vos mandam ter juizo.

 

 

Trabalhas em comunicação e comunicas ?

Julho 27, 2015

Manuel Soares de Oliveira

 

stupid-criminals.jpg

 

 

Curiosamente, é dos meus colegas de profissão que vem a pergunta mais frequente: Porquê é que publicas posts no Linkedin e no Facebook e escreves este blog ? A resposta mais óbvia seria: Eu sou uma pessoa da comunicação e portanto comunico. Dito desta maneira, faz todo o sentido, nem percebo como é que alguém que trabalha na área da comunicação pode estranhar que um colega comunique. Deveria ser o normal.

Os americanos têm a melhor frase para definir essa gente: They talk the talk, but they don´t walk the walk.

Ou seja, é gente que fala muito sobre comunicação, mas que na verdade não comunica. Ou porque não sabe ou porque não tem nada para comunicar. Provavelmente não conseguem ser criativos o suficiente para escreverem um só conteúdo original limitando-se no máximo a partilharem conteúdo criado por outros. Não admira que estranhem quem cria conteúdos originais.

É gente que trabalha na área criativa e continua a estranhar os criativos. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D